Estratégias para a economia de impostos: o Caso da Udi Bolos

Palavras-chave: Planejamento Tributário; Pequenas e Médias Empresas; Caso para Ensino Tributário

Resumo

Objetivo: O caso da Udi Bolos discute sobre o planejamento tributário e o melhor regime de tributação a ser adotado por uma empresa de pequeno porte.

Metodologia: Este caso utiliza conteúdos tributários e apresenta discussões sobre a evasão e elisão fiscal, evidenciando elementos de um dilema ético-contábil vivenciado por muitos negócios familiares.

Resultados: O empresário da Udi Bolo Sr. Marcelo em busca de diminuir os seus custos recebe duas opiniões divergentes de dois contadores: agir dentro da legalidade fiscal ou sonegar. Após uma análise cuidadosa, o proprietário percebeu que é possível com um bom planejamento tributário obter economias para o negócio dentro da legalidade.

Contribuições do Estudo: O presente caso estimula a reflexão crítica dos discentes sobre os regimes tributários com o intuito de reduzir a carga tributária paga por empresas, sendo útil para a aprendizagem de conceitos em disciplinas associadas à tributária e análise de custos. Além disso, são realizadas reflexões éticas sobre o papel do contador diante do fornecimento de informações e manipulação de dados econômico-financeiros.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Rafaela Pereira Borges, Universidade Federal de Uberlândia

Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia

Larissa Ribeiro Soares, Universidade Federal de Uberlândia

Graduanda em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia

Referências

Daengs, A. 2018. Tax Planning Implementation on Income Tax, Article 23 as A Legal Effort To Minimize Tax Expense Payable, Jurnal Terapan Manajemen dan Bisnis, 4 (1), 1- 9.

Fabretti, L. C. Contabilidade tributária. São Paulo: Atlas, 2006.

Gonçalves, R; Nascimento, G; & Wilbert, M. 2016. Os Efeitos da Subvenção Governamental Frente à Elisão Fiscal e a Geração de Riqueza. Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, 15 (45), 34-48.

Lei nº 4.729, de 14 de julho de 1965. Define o crime de sonegação fiscal e dá outras providências. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, DF, 1965.

Moura, M. A. V. C. B de. 1971. Incentivos Fiscais Através das Isenções. In: Nogueira, Ruy Barbosa (Coord.). Estudos de Problemas Tributários. São Paulo: José Bushatsky.
Pessôa, L.C; Costa, G; & Maccar, E.A. 2016. As micro e pequenas empresas, o Simples Nacional e o problema dos créditos de ICMS. Revista Direito GV, São Paulo, 12 (2).

Oliveira, R; & Gonçalves, M. 2013. A importância do planejamento tributário para as empresa. E-Locução Revista Científica da Faex, 3 (2).

Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico - OECD. 2010. Estatísticas sobre Receita na América Latina.

Siqueira, A. C. P de. 2011. O Planejamento Tributário: O que representa e como é desenvolvido.

Siqueira, A. D. 2011. Gestão Tributária. Revista CEPPG, 24 (1), 136-157.

Souza, F. I 2013. Contabilidade Tributaria: Simples Nacional no âmbito acional no que se concerne as micro e pequenas empresas. Revista Científica Semana Acadêmica. Fortaleza, v. 47 (1).

Souza, L; & Pavão, A. 2006. A necessidade do planejamento tributário visando a redução dos custos nas organizações. Revista Múltiplo Saber, Londrina, PR, 1(1).
Publicado
01-07-2020
Como Citar
BORGES, S. R. P.; SOARES, L. R. Estratégias para a economia de impostos: o Caso da Udi Bolos. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 12, n. 2, p. 318-331, 1 jul. 2020.
Seção
Seção 4: Casos de Ensino Aplicados a Contabilidade (S4)