Profissionais da controladoria: competências e demandas organizacionais

Palavras-chave: Controladoria, Competências, Perfil Profissional, Controller, Gestão organizacional.

Resumo

Objetivo: Identificar as principais competências exigidas aos Controllers para o exercício de suas atividades em empresas que estão instaladas em Pernambuco, Brasil.

Metodologia: A pesquisa foi descritiva e exploratória, realizada em empresas que tivessem pelo menos um profissional ocupando a função de controller, contador gerencial ou controlador. O questionário foi o instrumento de coleta de dados desenvolvido com base no levantamento bibliográfico, focando nas competências individuais e suas categorias: competências de negócios, técnico-profissionais e sociais.

Resultados: 100 profissionais aceitaram participar do estudo. 40% das empresas eram de grande porte e a maioria era prestadora de serviços, com controladoria na estrutura organizacional. Os controllers eram maioria homens, com menos de 40 anos, 10 anos de experiência, ocupando função gerencial e com formação superior. As competências técnicas individuais que a maioria dos controllers afirmou “usar muito” foram seis, dentre as 20 listadas: assessora a cúpula administrativa, tem conhecimentos na área contábil, elabora relatórios gerenciais, fornece suporte informacional à gestão empresarial, realiza análise de custos e tem conhecimentos na área financeira. As competências de negócios, das 18 apresentadas, 4 são muito utilizadas: Pensa e age estrategicamente, orientação para resultados, busca melhoria contínua dos processos em que participa e foco na qualidade das decisões tomadas. E dentre as 18 competências sociais, a maioria respondeu “usar muito”, 14, relacionadas ao trabalho íntegro, proativo, flexível e realizador, com ênfase na interação e liderança da equipe, com controle emocional e boa adaptação às mudanças. Atualmente, a controladoria vem ampliando sua esfera de atuação nas organizações, consolidando-se como unidade de apoio à gestão organizacional.

Contribuições: A pesquisa mostra que os controladores possuem pós-graduação, com responsabilidade pelos controles internos e gerenciais das organizações, atuando no nível gerencial e administrativo, além de desenvolver uma gama de competências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Nobre Gonçalves Ferreira Amorim, Professora Associada da Universidade Federal Rural de Pernambuco

Doutora em administração pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professora Adjunta IV da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Programa de Pós-Graduação em Controladoria (UFRPE).

Referências

Amorim, T. N. G. F., & Silva, L. de B. (2017). Profissionais da controladoria: competências e demandas organizacionais. Anais do XI Congreso Iberoamericano de Contabilidad de Gestión y el I Congreso Iberoamericano de Contabilidad y Finanzas, Lima, Peru, 1, p. 15-30.

Amorim, T. N. G. F. & Silva, L. de B. (2011). Gestão por competências: Nuances e peculiaridades. Revista Reuna, 16(1), p. 103-119.

Amorim, T. N. G. F., Oliveira, A. R. L., Manzi, S. M. S., & Cabral, M. F. (2017). Perfil e Competências do Controller em Empresas no Recife. Anais do Simpósio de Controladoria da UFRPE, Recife, PE, Brasil, 2.

Amorim, W. A. C., Veloso, E. F. R, Fischer, A. L., & Dutra, J. S. (2010). Union Organizational Learning and Competency: A study about Brazilian and U.S. Organizations. Ide@as Concyteg, 4, p. 517-545.

Anthony, R. N., & Govindarajan, V. (2004). Management Control Systems. Eleventh Edition, Irwin: Homewood.

Araújo, J. G. R., Callado, A. L. C., & Cavalcanti, B. S. (2014). Habilidades e competências do controller: um estudo com alunos de cursos de pós-graduação em controladoria. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 13(38), p. 52-64.

Barreto, M. da G. P. (2008). Controladoria na gestão: A relevância dos custos da qualidade. São Paulo: Saraiva.

Beuren, I. M., & Almeida, D. M. (2012). Impactos da implantação das normas internacionais de contabilidade na controladoria: um estudo à luz da teoria da estruturação em uma empresa têxtil. Revista de Administração, 47(4), p. 653-670.

Beuren, I. M., & Miiler, E. T. C. (2010). Evidências de institucionalização da controladoria em empresas familiares. Revista de Administração FACES, 9(2), p. 43-63.

Beuren, I. M., Bogoni, N. M., & Fernandes, L. (2008). Análise da abordagem da controladoria em dissertações dos programas de pós-graduação em Ciências Contábeis. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 10(28), p. 249-263.

Borinelli, M. L. (2006). Estrutura conceitual básica de controladoria: sistematização à luz da teoria e da práxis. Tese de Doutorado em Ciências Contábeis, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Brewer, P. C. (2008). Redefining management accounting. Strategic Finance, Montvale, 89(9), p. 35-43.

Broadbent, J., & Laughlin, R. (2005). Organizational and accounting change: Theoretical and empirical reflections and thoughts on a future research agenda. Journal of Accounting & Organizational Change, 1(1), p. 7-25.

Buscoa, C., Quattroneb, P., & Riccabonia, A. (2007). Management Accounting: Issues in interpreting its nature and change. Management Accounting Research, 18(2), p. 125-149.

Callado, A. A. C., & Amorim, T. N. G. F. (2017). Competências da Função de Controller em Hotéis de Grande Porte da Região Metropolitana do Recife. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, 5(2), p. 57-73.

Campion, M. A., Fink, A. A., Ruggeberg, B. J., Carr, L., Philips, G. M., & Odman, R. B. (2011). Doing competencies well: best practices in competency modeling. Personnel Psychology, 64(1), p. 225-262.

Cardoso, R. L., Riccio, E. L., Mendonça Neto, O. R., & Oyadomari, J. C. (2010). Entendendo e explorando as competências do contador gerencial: uma análise feita pelos profissionais. Advances in Scientific and Applied Accounting, 3(3), p. 353-371.

Cavalcante, D. S., Luca, M. M. M. de, Ponte, V. M. R., & Gallon, A. V. (2012). Características da controladoria nas maiores companhias listadas na BM&F Bovespa. Revista Universo Contábil, 3(8), p. 113-134.

Crispim, G., Cabral, L. M. M. do A. C., & Libonati, J. J. (2011). Aspectos comportamentais: A controladoria como fator de influência no comportamento humano. Advances in Scientific and Applied Accounting, 4(3), p. 379-405.

Dal Vasco, D., Daniel, M. M., & Tarifa, M. R. (2014). Estudo do Perfil, Conhecimento, Papel e Atuação do Controller em Cooperativas. Revista de Finanças Aplicadas, 2, p. 1-31.

Draganidis, F., & Mentzas, G. (2006). Competency based management: a review of systems and approaches. Information Management & Computer Security, 14(1), p. 51-65.

Dutra, J. S. (2010). Competências: conceitos e instrumentos para gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas.

Fleury, M. T. L. (2009). Organizational Culture and the Renewal of Competences. Brazilian Administration Review, 6, p. 1-14.

Fleury, A. C. C., & Fleury, M. T. L. (2009). Understanding the Strategies of Late Movers in International Manufacturing. International Journal of Production Economics, 122, p. 340-350.

Fleury, A. C. C., & Fleury, M. T. L. (2011). Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra cabeça caleidoscópico da indústria brasileira. 3ª ed. 6º reipr. São Paulo: Atlas.

Floriani, A. R. (2001). Controladoria como geradora de informações para subsidiar decisões administrativas. Revista de Negócios, 6(3), p. 29-38.

Giongo, J., Bianchi, M. & Backer, R. G. (2006). A participação da controladoria no processo de gestão organizacional. Revista Contexto, 6, p. 69-91.

Gomes, C. V., Souza, P. de, & Lunkes, R. J. (2014). O perfil do profissional da controladoria solicitado por empresas brasileiras. Revista de Globalização, Competitividade e Governabilidade, Madrid, 8(1), p. 34-50.

Horngren, C. T., Sundem, G. L., & Stratton, W. O. (2004) Contabilidade gerencial. São Paulo: Prentice-Hall.

Koliver, O. (2005). A contabilidade e a controladoria: Tema atual e de alta relevância para a profissão contábil. Porto Alegre: Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul.

Küpper, P. (2005). Controlling: Konzeption, Aufgaben und Instrumente. Berlin: MSG.

Lawler III, E. E. (1998). From job-based to competency-based organizations. Journal of Organizational Behavior, 15(1), p. 03-15.

Le Boterf, G. (2003). Desenvolvendo a competência dos profissionais. Porto Alegre: Artmed.

Le Deist, F. D., & Winterton, J. (2008). What Is Competence? Human Resource Development International, 8(1), p. 27-46.

Leite, G., Zola, P., & Silva, E. (2013). Um estudo sobre o perfil do profissional de controladoria. Anais do Congresso de Gestão Estratégica: Criatividade e Interatividade, Ponta Grossa, PR, Brasil, 10.

Lunkes, R. J., Schnorrenberger, D., & Rosa, F. S. (2013). Funções da Controladoria: Uma análise no cenário brasileiro. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 15(47), p. 283-299.

Machado, A. O., Lunkes, R. J., Petri, S. M., & Rosa, F. S. (2010). Competências do Controller: um estudo nas 100 maiores empresas de Santa Catarina. Revista Pensar Contábil, 12(47), p. 26-34.

Mass, V. S. (2007). The effect of controller involvement in management on performance measurement system gaming. Dissertation Management, Faculty of Economics and Business. Amsterdam.

Monteiro, J. M., & Barbosa, J. D. (2011). Controladoria empresarial: gestão econômica para as micro e pequenas empresas. Revista da Micro e Pequena Empresa, 2(5), p. 38-59.

Morante, A. S., & Jorge, F. T. (2008). Controladoria: Análise financeira, planejamento e controle orçamentário. São Paulo: Atlas.

Mosimann, C. P., & Fisch, S. (2009). Controladoria: Seu papel na administração de empresas. São Paulo: Atlas S.A.

Nascimento, A. M., & Reginato, L. (2010). Controladoria: Instrumento de apoio ao processo decisório. São Paulo: Atlas.

Nascimento, F. R. V. do, Rosa, A. L. T., Santos, S. M. dos, & Tenório, J. N. B. (2005). A controladoria como suporte ao processo de gestão numa empresa do comércio varejista. Revista de Contabilidade do Mestrado de Ciências Contábeis da UERJ, 10(2), p. 11-26.

Oliveira, C. R. (2015). A Importância da Controladoria e do Planejamento para Pequenas e Médias Empresas. Monografia de Especialização, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.

Oliveira, L. M., Perez Jr, J. H., & Silva, C. A. S. (2011). Controladoria Estratégica: textos e casos práticos com solução (8a ed.). São Paulo: Atlas.

Oro, I. M., Beuren, I. M., & Carpes, A. M. S. (2013). Competências e habilidades exigidas do controller e a proposição para sua formação acadêmica. Revista Contabilidade Vista & Revista, 24(1), p. 15-36.

Parry, S. B. (1996). The quest for competencies. Training Magazine, 33(7), p. 48-54.

Perez, M. I. L. (2005). Competência: uma noção plástica, polissêmica e polimorfa. Práxis Educacional, 1(1), p. 57-65.

Reis, A. de O., Sediyama, G. A. S., Moreira, V. de S., & Moreira, C. C. (2015). Perfil do Profissional Contábil: habilidades, competências e imagem simbólica. Revista Contemporânea de Contabilidade, 12(25), p. 95-116.

Retour, D., & Krohmer, C. (2006). La compétence collective comme maillon clé de la gestion des competences. In: C. Defelix, A. Klasferd, & E. Oiry. Nouveaux regards sur la gestion des compétences. Paris: Vuibert.

Ribeiro, J. S. de A. N., Calijorne, M. A., Jurza, P. H., Ziviani, F., & Neves, J. T. de R. (2017). Gestão do conhecimento e desempenho organizacional: integração dinâmica entre competências e recursos. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, 7, p. 4-17.

Ruas, R. (2005). Gestão por Competências: uma contribuição à estratégia das organizações. In: R. Ruas, C. S. Antonello, & L. H. Boff (Org.). Os Novos Horizontes da Gestão – Aprendizagem Organizacional e Competências (15 a ed.). São Paulo: Bookman.

Ruas, R., & Comini, G. M. (2007). Aprendizagem e Desenvolvimento de Competências: Articulando teoria e prática em programas de pós-graduação em formação gerencial. Cadernos EBAPE.BR - FGV. Online, p. 36-49.

Schier, C. U. C. (2010). Controladoria como instrumento de gestão (2 a ed.). Curitiba: Juruá.

Schmidt, P., & Santos, J. L. (2006). Fundamentos de controladoria. São Paulo: Atlas.

Schmidt, P., & Santos, J. L. dos. (2014). A Controladoria e a análise discriminante do consumidor do e-commerce. Revista Internacional de Economia y Gestion de las Organizaciones, 3, p. 1-15.

Silva, L. B., & Amorim, T. N. G. F. (2012). Estudos sobre competências: uma análise dos artigos publicados nos ENANPADs. Revista Reuna, 17(1), p. 61¬-76.

Souza, C. T. D. (2015). A evolução da Controladoria: Um estudo no Brasil. Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Sousa, K. A., & Bassolli, R. (2013). Contabilidade gerencial um instrumento de apoio a gestão para a tomada de decisão.Instituto cuiabano de educação. Recuperado a partir de http://www.ice.edu.br/TNX/storage/webdisco/2013/12/13/outros/555a4ca9721653f157cd87c71daed621.pdf .

Souza, F. J. V., Barros, C. C., Araujo, O. A., & Silva, M. C. (2013). Perfil dos Artigos Sobre Controladoria Publicados em Periódicos Nacionais de Contabilidade. Revista Catarinenseda Ciência Contábil, 12(37), p.35-50.

Teles, J., Lunkes, R. J., Nascimento, C., Schnorrenberger, D., & Rosa, F. S. (2012). Perfil do controller no setor hoteleiro: comparativo entre pesquisas no Brasil, China, Estados Unidos e Reino Unido. Turismo: Visão e Ação, 14(3), p. 386-400.

Vargas, J. A., & Beuren, I. M. (2012). O envolvimento do controller no processo de gestão: um estudo em empresas brasileiras. Advances in Scientific and Applied Accounting, 5(3), p. 405-426.

Vasco, D. D., Daniel, M. M., & Tarifa, M. R. (2014). Estudo do perfil, conhecimento, papel e atuação do controller em cooperativas. Revista de Finanças Aplicadas, 2(1), 1-31.)

Vasconcelos, G., & Lima, A. C. (2017). Análise Bibliométrica da Produção Científica acerca da Controladoria. Management Control Review, 2(1), p. 31-49.

Vogt, M., Degenhart, L., & Lavarda, C. E. F. (2017). Motivações, Habilidades e Competências do Controller na Percepção de Alunos que Cursam Pós-Graduação em Controladoria. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 16(48), 105-123.

Zandonade, V., & Bianco, M. de F. (2014). O trabalho abstrato e a noção de competências: discutindo essa inter-relação no contexto do trabalho industrial. Revista O&S, 21(70), p. 443-466.

Zarifian, P. (2001). Objetivo competência: por uma nova lógica. São Paulo: Atlas.

Zoni, L., & Kenneth, M. (2007). Controller involvement in management: an empirical study in large Italian corporations. Journal of Accounting & Organizational Change, 3(1), p. 29-43.

Publicado
08-12-2018
Como Citar
AMORIM, T. N. G. F.; SILVA, L. DE B. Profissionais da controladoria: competências e demandas organizacionais. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 11, n. 1, p. 220-236, 8 dez. 2018.
Seção
Seção 3: Pesquisas de Campo sobre Contabilidade (Survey) (S3)